Smart Health

Para que os sistemas de saúde suportem o crescimento da procura, é necessário apostar numa população ativa e “livre” de doença, com maior enfoque nos estilos de vida saudáveis e na prevenção da doença. O cidadão vai exigir o controlo da sua informação clínica e uma atenção imediata, continua e personalizada ainda que remota até à fase tratamento propriamente dita. A domiciliação de cuidados e a recolha de informação clinicamente relevante através de telemonitorização ganharão peso no conjunto de interações que o cidadão tem com cuidados de saúde.

Conheça as soluções Quattro!

Fonte: www.healthcareitnews.com

Junho, 2020